sexta-feira, junho 11, 2021

45 rotações (XVI)

 

Paulo Alexandre
Aquela Cativa



Falamos em Paulo Alexandre e lembramo-nos imediatamente desse mega-sucesso da música ligeira portuguesa dos anos 80 chamado Verde Vinho e do refrão Vamos brindar com vinho verde que é do meu Portugal... e por aí fora.

Foi precisamente a propósito de Portugal, do seu dia ontem celebrado, mas também de Camões e das Comunidades Europeias, que recuperei dos meus arquivos um single em que Paulo Alexandre tem uma incursão pela literatura portuguesa, interpretando poemas de Luís da Camões e de Florbela Espanca. É curioso o facto de o single ter o título "Paulo Alexandre Canta Camões", ignorando a pobre Florbela, que aparece no lado B.

O Lado A apresenta, então, Aquela Cativa e o lado B Alma Perdida. O single tem a produção de António Sala, que também é responsável pela música do lado B. O lado A é creditado a Ana Paula Carreira (fez parte dos Bric A Brac, grupo que chegou a participar no Festival da Canção)

Esta é uma estreia mundial (wow!) no You Tube. Senhoras e senhores, Paulo Alexandre Canta Camões (e Florbela Espanca!)






3 comentários:

jorge-d disse...

"Verde Vinho" é de 1977 e foi editado pela Rossil. Em 1980 e pouco houve uma regravação para a CBS. Existe um livro com a biografia do cantor e que se costuma encontrar a um preço barato.

tarzanboy disse...

Obrigado pelas achegas, jorge-d. De facto, a primeira edição de Verde Vinho é dos anos 70, mas a canção tornou-se tão icónica no âmbito da música ligeira portuguesa, que atravessou toda a década de 80 como se a ela pertencesse. Claro que a regravação teve aqui um grande impacto.

Amith.instafbcaptions disse...

Checkout Men's Suit Captions for Instagram