sábado, abril 21, 2012

ROBERT SMITH (53)

Robert Smith é um herói na educação musical de qualquer adolescente de bom gosto nos anos 80. Acima dele e dos The Cure talvez apenas Morrissey e os The Smiths (e esta discussão é capaz de fazer muitas baixas dos dois lados da barricada...). Cabelos desgrenhados, baton propositadamente borratado, pose desleixada, sapatilhas sem atacadores – Robert Smith foi, é e será uma figura marcante, incontornável da história da música pop.

Robert James Smith completa hoje 53 anos. Nasceu em Blackpool, Inglaterra, a 21 de Abril de 1959. Os pais chamam-se Rita e Alex. Robert tem duas irmãs e um irmão, mas não usam o mesmo tipo de penteado. Aos 14 anos conheceu a mulher da sua vida, Mary Poole, com quem se casou em Agosto de 1988. Parece que são muito felizes e tomaram a decisão de não ter filhos.

Em 1976, com apenas 17 anos, formou os Easy Cure, que depois passariam simplesmente a The Cure. Robert Smith achou que Easy Cure soava demasiado a uma banda hippie.

Fez parte dos Siouxsie & the Banshees entre 1983 e 1984 e formou com o baixista Steve Severin e a vocalista Jeanette Landray o projecto The Glove, que deu origem a um álbum intitulado Blue Sunshine.

Robert Smith tem fama de gostar da pinga. Aliás, é conhecida a sua tendência, pelo menos, enquanto era mais novo, de tocar sob a influência do álcool. Isto, de resto, ajudava-o a ultrapassar um dos seus grandes medos: o medo do palco.

Os The Cure já atuaram em Portugal uma meia dúzia de vezes e preparam-se para nos visitar no Optimus Alive deste ano. Vamos lá ver se é desta que os vou ver!

13 comentários:

Anónimo disse...

Esta musica, como tantas outras, traz-me recordações que são...isso mesmo, recordações.Continua a postar sobre os 80´s.

Anónimo disse...

Para mim os THE CURE foram e serão o melhor grupo pop de todos os tempos

Anónimo disse...

Cara os The Cure, são o melhor grupo de POS PUNCK de todos os tempos....
Me identifiquei muito com Robert Smith.. por ser parecida em alguns aspectos, como o jeito de ser... Minhas musicas agora são inspiradas nas musicas dele...Ele é, pra mim, simplesmente o melhor.

Stephanie disse...

cara, The Cure é rock alternativo, dark, post punk, tudo menos pop

Stephanie disse...

como ele é lindo...

krisnomaisblog disse...

Parabens Robert Smith pelos seus 51 anos d vida..
espero q vc viva muito ainda quero ver vc compor mais musica
quero ver seu show aki no brasil!!
suas musica q tem encantado e maravilhado a todos nos fãs de The Cure
uma das melhores bandas de todos os tempos!!
parabens robert,I love You Cure!!!
por mais distante q vc esteja
espero q vc sinta o carinho q todos seus fãs e familiares amigos tem por vc..
Grande Abraço
ASS : KRIST K'

memyselfandi disse...

"Robert Smith foi, é e será uma figura marcante, incontornável da história da música". Tenho quase, quase a certeza que me róbaste esta line para colocares aqui =D tstststs!

tarzanboy disse...

memyselfandi, não tenhas dúvidas :)

Clau Lauxen disse...

Aaaaah ele é tão lindoo *--* Queria ele pra mim haha.Além de td é um músico maravilho com suas letras marcantes principlamente PICTURES OF YOU, que eu acho linda me traaz mtas lembranças *-*. Beijos Robert te amo.

Charles Pereira disse...

Robert pra mim é tudo, foi minha juventude, adolescencia e hoje ainda continua na minha memória. Pena que conheci a banda com 16 anos, hoje eu estou com 37 e Robert está com 51, Parabéns Robert, Parabéns The cure.

Charles
charlespereira1@gmail.com

PATRICIA disse...

Ele É o meu heroi! E meus filhos ouvirão The Cure :-)

Anónimo disse...


THE CURE POP ROCK

Anónimo disse...

Boa tarde:

Legal esse blog!
Afinal uma banda como tal merece ser homenageada...
Sempre associam ROCK com COISA RUIM/AFINS _ e relativo isso.
O próprio Robert James Smith, apesar da imagem extravagante: mostra estar longe dessa coisa toda. E que bom.
Há vídeos antigos onde tal parece com o BEN AFFLECK (esse talvez apele mesmo).
Li num site que SOMANDO A FAMÍLIA DELE COM A DA ESPOSA - possuem no total 25 SOBRINHOS; uau.
E li também que quando jovem TERIA SIDO EXPULSO DE UMA ESCOLA por ter O CABELO LONGO E POSSUIR UMA APARÊNCIA PERIGOSA. Injustiça mesmo.
Tinha um CD. Marcante mesmo. A década de 80 foi ótima. Embora não houvesse os RECUSOS QUE EXISTEM HÁ TEMPOS.

Valeu,
Rodrigo (Brasil)