segunda-feira, março 15, 2004

TERENCE TRENT D'ARBY

Sign your name across my heart, I want you to be my lady

Este rapaz de cabelo trançado esteve na europa, em inícios dos anos 80, ao serviço do exército americano. Na Alemanha, juntou-se a uma banda funk chamada Touch e assim entrou no mundo musical. Em 1984, já livre do serviço militar, lançou com os Touch o álbum Love On Time, que deve ser uma raridade nesta altura (mas daquelas que ninguém quer saber). Dois anos depois, mudou-se para Londres onde fez parte dos The Bojangels, um grupo soul/funk. No mesmo ano assinou contrato musical com a CBS e o New Musical Express encheu-lhe o ego ao colocá-lo na primeira página com o título O Novo Príncipe da Pop.

Nova-iorquino de gema, TTD'Arby entrou no mundo da música para arrasar. Dizia ele que o seu primeiro disco seria a melhor coisa à face da terra, musicalmente falando, depois de Sgt. Pepper's, dos Beatles. De facto, talento não lhe faltava... e arrogância também não. O primeiro single If You Let Me Stay entrou para o top 10 britânico e o tão auto-elogiado álbum, Introducing the Hardline According to Terence Trent D'Arby (1987), não lhe ficou atrás em termos de sucesso. Façamos-lhe justiça: este primeiro longa-duração de TTD'Arby é um dos maiores discos da década. Nele podemos encontrar grandes canções como If You All Get To Heaven, If You Let Me Stay, Wishing Well, Dance Little Sister e a enormíssima balada Sign Your Name.

Lembro-me que houve quem começasse a falar na altura de TTD'Arby como o novo Prince, mas eu sempre desconfiei deste tipo de "associações". A verdade é que Terence iniciou no final da década uma curva descendente tão acentuada que rapidamente deixámos de ouvir falar dele nas tabelas de vendas.

A 12 de Junho de 1999 actuou com os INXS na abertura do Estádio Olímpico de Sydney (Austrália). No mesmo ano fez um incursão pela televisão ao fazer parte do elenco da série Shake, Rattle & Roll. na qual desempenhou o papel de Jackie Wilson.

Álbuns:
Introducing the Hardline According to Terence Trent D'Arby (1987)
Neither Fish nor Flesh (1988)
Symphony Or Damn (1993)
Vibrator (1995)
Wildcard (2001)


E agora, duas notícias que vão deixar-vos boquiabertos:

1- Terence Trent D'Arby faz hoje 42 anos. Se por acaso está a ler isto e vive em Milão (Itália), apareça na festa de aniversário do senhor e dê-lhe os parabéns. Diga que vai da parte do Tarzan Boy.

2- Terence Trent D'Arby já não é Terence Trent D'Arby. Em 2001, mudou o nome para o muito mais estético e funcional Sananda Maitreya. Criou a sua própria companhia discográfica, a Sananda Records, o que lhe assegura a edição dos trabalhos discográficos.

A sua biografia, no site oficial, começa assim: "Sananda Maitreya é um artista que sabe quem é e que está empenhado em sê-lo." Er... OK, buddy! (alguém percebeu?) Mais adiante confessa que o seu sangue é índio, português, espanhol, irlandês e africano. Uma autêntica misturadora.

E agora, para terminar, a revelação de que todos estavam à espera:

- Quando a sua mãe se casou com o Reverendo J.B. Darby, o jovem Terence Trent Howard mudou o último nome. Mais tarde acrescentou-lhe o apóstrofo, facto que iria ser determinante no seu sucesso. Deve ter sido por influência da Lena D'Água.

3 comentários:

cleia disse...

Sou fã de terence e desejo comprar todos os cds alguém sabe de algum site especializado ou me indicar aonde encontrar espero respostas.

tarzanboy disse...

cleia, tente www.amazon.com

Anónimo disse...

Grande artista.Uma pena que no mundo pop(e na vida) poucos continuam brilhando.