terça-feira, março 30, 2010

TRACY CHAPMAN (46)

E de repente, surgida do nada, apareceu, em 1988, Tracy Chapman. Cantava Fast Car, Talkin' 'Bout A Revolution e Baby, Can I Hold You? (que os BoyZone haveriam de "cobrir" nos anos 90) e foi um dos fenómenos musicais do ano, materializado em milhões de discos vendidos e, no ano seguinte, em 4 prémios Grammy. Crossroads, o seu segundo álbum, não repetiu o sucesso do primeiro, e Tracy Chapman desapareceu das tabelas de vendas. Confesso que nunca fui fã da sua música, mas é da mais elementar justiça reconhecer a sua importância no contexto musical dos finais dos anos 80. O seu último álbum de originais chama-se Our Bright Future, e data de 2008. Tracy mantém uma agenda musical ao vivo bastante preenchida, particularmente em eventos de beneficiência. 46 anos é uma idade bonita, Tracy. Parabéns!

2 comentários:

ALEX disse...

por que eu quero a musica

wah disse...

no caso de projectos como Boy Zone ou westlife optaria por trocar "cobrir" por "estragar". è que são tantos os exemplos! "Father And Son", "Uptown Girl", When The Going gets Tough", etc etc